Última hora

Última hora

Separação ensombra legislativas na Bélgica

Em leitura:

Separação ensombra legislativas na Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

Tudo a postos para um escrutínio crucial na Bélgica. As eleições legislativas antecipadas decorrem sob o espectro da separação do país.

Os eleitores são chamados a votar à parte: os flamengos na Flandres, os francófonos na Valónia e, em Bruxelas, as duas comunidades podem votar nos próprios partidos.

Quase tudo dependerá dos votos que a Flandres, que representa 60% da população belga, destine aos separatistas flamengos.

As últimas sondagens apontam para a vitória dos independentistas. O favorito é Bart de Wever, do N-VA, que defende um sistema de regiões com mais poder do que o Estado central.

Na Valónia, as sondagens apontam para a vitória do PS, liderado por Elio Di Rupo.

Seja qual for o vencedor, a maior dificuldade do futuro primeiro-ministro será formar um governo que, obrigatoriamente, coliga os partidos das duas comunidades. Recorde-se que após as legislativas de 2007, foram precisos seis meses para formar uma coligação.

E este poderá voltar a ser o cenário na Bélgica, que a 1 de Julho assume a presidência rotativa da União Europeia.