Última hora

Última hora

Israel cria comissão para investigar ataque à frota pró-palestiniana

Em leitura:

Israel cria comissão para investigar ataque à frota pró-palestiniana

Tamanho do texto Aa Aa

Israel aprovou a criação de uma comissão para investigar o ataque do exército à frota pró-palestiniana.

O órgão deverá pronunciar-se sobre a legalidade da acção israelita que matou nove pessoas e do bloqueio marítimo a Gaza.

A Comissão integra dois observadores estrangeiros, David Trimble, ex-líder unionista da Irlanda do Norte e o jurista militar canadiano Ken Watkin. Duas personalidades vistas por Israel como independentes.

Em Gaza, as organizações humanitárias denunciam a degradação dos cuidados de saúde.

A responsável do Comité Internacional da Cruz Vermelha no Médio Oriente aponta o dedo a Telavive mas também à falta de colaboração entre o Hamas e o Fatah.

“A pior consequência do bloqueio foi a destruição da economia. Gaza já não tem economia. As pessoas sobrevivem graças à ajuda externa”, afirma Beatrice Mégevand-Roggo.

A mesma responsável critica o Hamas por impedir qualquer contacto com Gilad Shalit, o soldado israelita raptado há quatro anos, e apelou ao movimento palestiniano para tratar o refém com dignidade e humanidade.