Última hora

Última hora

Espanha: sindicatos convocam greve geral contra reforma laboral

Em leitura:

Espanha: sindicatos convocam greve geral contra reforma laboral

Tamanho do texto Aa Aa

Os sindicatos espanhóis mobilizam-se contra a reforma laboral. Reforma que vai ser aprovada, esta quarta-feira, pelo Conselho de Ministros e apresentada no Parlamento na próxima semana. O Executivo continua a negociar o apoio dos partidos.

Os líderes sindicais convocaram uma greve geral, apenas para 29 de Setembro. Mas negam que este seja um sinal de debilidade e garantem que não vão fazer marcha-atrás.

Ignácio Fernandez, líder do sindicato CCOO: “No caso de este projecto de decreto-lei se consolidar, vai ser mais fácil e mais barato despedir, o que vai significar, ao contrário do que se afirma, um aumento da precariedade já existente em Espanha e vai enfraquecer as negociações colectivas”.

O Partido Popular manifestou-se contra a convocatória de uma greve geral, uma vez que ela é prejudicial para a economia espanhola. Isto apesar de o PP se opôr às pretensões do Governo, que acusa de incompletas e parciais.

Com a reforma, o Executivo pretende dar uma nova dinâmica ao mercado laboral, num país com uma taxa de desemprego superior a 20 por cento.