Última hora

Última hora

Judeus ortodoxos contestam decisão da justiça

Em leitura:

Judeus ortodoxos contestam decisão da justiça

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de judeus ortodoxos contestaram em Jerusalém e em Telaviv a decisão da justiça, que considera ilegal a segregação escolar.

A batalha legal começou há mais de um ano, depois dos pais de alunas askenazis terem pedido que as suas filhas fossem separadas das alunas sefarditas.

Uma atitude que justificam com o facto de estas famílias não serem suficientemente religiosas.

Esta quarta-feira, o Supremo Tribunal de Justiça emitiu uma ordem de prisão para os pais que recusaram aceitar que as filhas se sentassem ao lado de outras alunas na escola de Beit Yakov, na Cisjordânia ocupada.

Hoje, os manifestantes paralisaram o tráfego, ocuparam praças e agitaram cartazes proclamando a supremacia da religião.