Última hora

Última hora

Bancos na mira da União Europeia para pagar futuras crises

Em leitura:

Bancos na mira da União Europeia para pagar futuras crises

Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes europeus acordaram, no encontro em Bruxelas, um conjunto de medidas económicas e apontaram a discussão para a próxima reunião do G20 em Toronto, já no próximo mês.

É aqui que vão propor um imposto sobre as transacções financeiras dos bancos para enfrentar outras crises, mas segundo os analistas é difícil esta medida seguir em frente.

“O anfitrião do G20, o Canadá, opõe-se fortemente à cobrança bancária. O Canadá não tem problemas com os bancos, porque foram prudentes. A somar, a Austrália é um grande aliado do Canadá nesta matéria e também está contra. Gostava de saber o que pensam os mercados que vão ser informados disto”, diz Karel Lannoo, analista político.

Os 27 também acordaram a divulgação dos resultados dos testes de stress, que medem a resistência dos bancos a situações extremas, para acabar com qualquer dúvida sobre a solvência das entidades europeias.

Os resultados estarão prontos, no máximo, até finais de Julho.