Última hora

Última hora

Congressistas criticam respostas evasivas do patrão da BP

Em leitura:

Congressistas criticam respostas evasivas do patrão da BP

Tamanho do texto Aa Aa

O patrão da BP foi alvo de uma verdadeira chuva de críticas durante a comissão do congresso norte-americano que investiga o derrame de petróleo no Golfo do México.

Tony Hayward lamentou o acidente e pediu desculpa às vítimas mas foi fortemente criticado por fugir às perguntas:

“Os advogados talvez lhe tenham dito para ter muita cautela, mas é realmente um insulto que tenha vindo diante desta comissão para repetir as mesmas coisas, fugir às perguntas, dar respostas evasivas e dizer que é preciso esperar por uma investigação”, disse o representante democrata Eliot Engel.

Uma residente da Luisiana acompanhou a audiência pela televisão e não poupou críticas ao director da BP.

“Ele não responde às perguntas. Tenta contornar todas as questões. Acho que até agora ninguém conseguiu obter uma resposta directa”, considera Dodie Vegas, proprietária de uma marina na região.

A petrolífera britânica está actualmente a recuperar 15 mil barris de petróleo por dia, um número muito abaixo dos 60 mil que estarão a ser libertados.