Última hora

Última hora

Paris e Londres comemoram apelo do General De Gaulle

Em leitura:

Paris e Londres comemoram apelo do General De Gaulle

Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Sarkozy e David Cameron comemoraram hoje um episódio histórico da amizade franco-britânica.

A 18 de Junho de 1940, o General De Gaulle lançava o apelo à resistência francesa, depois da rendição do país à ocupação nazi.

70 anos depois, antigos combatentes da II Guerra Mundial foram até Londres para serem, também, homenageados.

O apelo à França Livre foi feito ao microfone da BBC. Mas o Gabinete de Guerra inglês começou por se opor. Só à última hora é que Winston Churchill autorizou, com a condição de não serem feitos comentários políticos.

O primeiro-ministro britânico recordou, “com orgulho”, que o tio-bisavô estava no Gabinete de Guerra, mas foi a favor do apelo aos franceses, “enquanto muitos se opunham e queriam travar o general De Gaulle”.

Nicolas Sarkozy fez vários elogios aos britânicos. “O General De Gaulle conhecia as virtudes do povo britânico. Ele conhecia a vossa coragem e a vossa tenacidade. É por isso que estamos tão orgulhosos de sermos amigos dos ingleses”, declarou o presidente francês.

Apesar da importância simbólica do apelo de 18 de Junho, não há nenhuma gravação da mensagem. Mas as primeiras palavras do General De Gaulle, considerado o pai da “França Livre”, são amplamente conhecidas: “Aqui Londres, os franceses falam aos franceses”.