Última hora

Última hora

Presidente da BP vai abandonar gestão de crise

Em leitura:

Presidente da BP vai abandonar gestão de crise

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente executivo da BP, Tony Hayward, vai abandonar a gestão da maior crise ecológica dos Estados Unidos, assim que a fuga de petróleo estiver controlada. Depois, a missão passa para as mãos de Robert Dudley, membro do conselho de administração da BP.

Desde o início da maré negra, Tony Hayward tem sido acusado de incompetência. Na quinta-feira, os senadores do Congresso norte-americano também não pouparam críticas.

Um dia antes, na Casa Branca, os dirigentes do grupo comprometeram-se a criar um fundo de 20 mil milhões para indemnizar os afectados. Agora, e de acordo com fontes bancárias, a BP estará à procura de um empréstimo de mil milhões de dólares.

Esta sexta-feira, a BP já conseguiu recuperar 25 mil barris de petróleo, mas espera conseguir o dobro até ao fim do mês. Por dia, são derramados entre 35 mil a 60 mil barris.

Entretanto, os Estados Unidos estão a analisar as propostas de 22 países para ajudarem na luta contra a maré negra.