Última hora

Última hora

Número de britânicos mortos no Afeganistão atinge três centenas

Em leitura:

Número de britânicos mortos no Afeganistão atinge três centenas

Tamanho do texto Aa Aa

O número de soldados britânicos mortos no Afeganistão alcançou as três centenas. A última vítima morreu esta segunda-feira no hospital de Birmingham depois de ter sofrido ferimentos graves numa explosão.

Os inquéritos de opinião mostram que a maioria dos britânicos é contra a guerra. O tema é delicado para o governo de coligação liderado por David Cameron:

“São notícias muito más. É mais uma família que enfrenta sofrimento, dor e perda. É claro que termos chegado aos 300 mortos não é nem mais nem menos trágico do que quando atingimos os 299 mas é um momento para todo o país reflectir sobre o sacrifício e a dedicação das Forças Armadas”.

O Reino Unido tem 9500 soldados no Afeganistão. Os analistas acreditam que o governo de Cameron vai manter o compromisso com Washington.

O pai de um soldado morto há dois anos afirma que cada perda é lamentável e que as famílias sofrem mas que os militares têm uma missão para cumprir e há sempre o risco de haver vítimas.

Parte da classe política britânica defende que o combate aos talibãs é uma forma de proteger o Reino Unido.

Outros alegam precisamente o contrário, que a participação britânica no conflito afegão pode tornar o país num alvo do Islão radical.

O início da retirada americana está previsto para o verão de 2011.