Última hora

Última hora

Parlamento espanhol vota a reforma laboral

Em leitura:

Parlamento espanhol vota a reforma laboral

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento espanhol ratifica esta terça-feira a reforma laboral. O pacote vai a votos um mês depois dos deputados terem adoptado, pela margem mínima de um voto, o plano de austeridade de 15 mil milhões de euros.

A reforma laboral já foi aprovada por decreto em Conselho de Ministros, na quinta-feira. Se passar no Parlamento, poderá ser ainda emendada.

Uma porta-voz do Partido Socialista explica:
“Estou convencida de que há forças políticas que querem trabalhar taco a taco com o governo e que podemos melhorar a lei e encontrar um consenso para que a maior parte dos espanhóis saia beneficiada.”

Os analistas acreditam que a reforma vai ser adoptada porque é um mal necessário, num país onde um quinto da população activa está no desemprego.

O objectivo é simplificar os contratos, facilitar o emprego dos jovens e reduzir o custo dos despedimentos.

As centrais sindicais opõem-se e aprovaram a realização de uma greve geral a 29 de Setembro.