Última hora

Última hora

Trabalhador da BP acusa empresa de irresponsabilidade

Em leitura:

Trabalhador da BP acusa empresa de irresponsabilidade

Tamanho do texto Aa Aa

A maré negra no Golfo do México podia ter sido evitada. Segundo um trabalhadora da BP, dias antes da explosão foi detectada uma falha no sistema de segurança. O problema foi transmitido à empresa, mas nada foi feito.

A denúncia surge numa altura em que a BP é acusada de mentir sobre a quantidade de barris derramados no mar

O congressista Ed Markey refere que “inicialmente disseram que eram apenas 1000 barris, depois 5000, agora falam de 100.000. A tecnologia era deles, o derrame foi provocado por eles e por isso, deviam conhecer os números desde o início.”

Parte do crude derramado está a ser canalizado para um navio à superfície. Uma grande quantidade continua a verter para o mar, mas esta é um problema que a BP espera resolver dentro em breve.

“Esperamos terminar a perfuração no poço dois final de Julho, início de Agosto se tudo correr bem” afirma um responsável da BP.

O derrame começou há cerca de dois meses e é já considerado o maior desastre ambiental da história dos Estados Unidos.