Última hora

Última hora

Bielorrússia ordena confiscação do gás russo destinado à Europa

Em leitura:

Bielorrússia ordena confiscação do gás russo destinado à Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A Bielorrússia ordenou a confiscação do gás russo destinado aos clientes europeus.

É a reacção do regime de Minsk aos cortes no fornecimento de combustível decididos ontem pela Gazprom.

A Rússia tinha estabelecido o dia de segunda-feira como prazo para que a Bielorrússia pagasse a dívida de quase 200 milhões de euros.

O presidente da Gazprom afirmou que, sem acordo, o fornecimento do gás seria progressivamente cortado até aos 85%.

O regime de Alexander Lukashenko exige, por seu turno, que a Rússia pague cerca de 200 milhões de dólares pela passagem dos gasodutos pelo território bielorrusso.

No centro da polémica está ainda o preço do gás. A Rússia subiu as tarifas, um aumento contestado pela antiga república soviética.

Para já, os cortes da Gazprom atingem os 30%.

A Lituânia, a Polónia e indirectamente a Alemanha são os três países da União que recebem gás através do território bielorrusso.

Moscovo garantiu ontem que pode honrar os contratos com os clientes europeus, desviando o trânsito do gás através da Ucrânia e da Polónia.