Última hora

Última hora

Cardeal de Nápoles acusado de corrupção

Em leitura:

Cardeal de Nápoles acusado de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Mais um escândalo a ensombrar o Vaticano.

O cardeal Crescenzio Sepe está a ser alvo de uma investigação por corrupção. Os factos remontam a 2005, quando dirigia a Congregação para a Evangelização dos Povos.

O cardeal é acusado de corrupção agravada, em conluio com Pietro Lunardi, um ex-ministro das Infraestruturas e dos Transportes do governo de Silvio Berlusconi.

O assunto faz as manchetes da imprensa italiana.
Segundo a acusação, Lunardi comprou um imóvel da Congregação a preço muito inferior ao do mercado, alegadamente devido ao mau estado do edifício, tendo retirado lucros do negócio.

Os fiéis acreditam na inocência do cardeal:

“Espero que não seja verdade, e que el continue a trabalhar por Nápoles como tem feito até aqui”.

“Acreditamos nos magistrados, mas também na honestidade do cardeal”.

Cresenzio Sepe, que é agora arcebispo de Nápoles, alega que fez tudo com grande transparência e diz-se pronto a cooperar com a justiça, mas o seu estatuto de cidadão do Vaticano obrigará a um processo mais complicado para o apuramento da verdade.