Última hora

Última hora

Trabalhar mais e melhor para manter o emprego na Fiat

Em leitura:

Trabalhar mais e melhor para manter o emprego na Fiat

Tamanho do texto Aa Aa

Os trabalhadores da Fiat de Pomigliano votam hoje um acordo com a administração para que a produção do Panda seja relocalizada em Itália.

A Fiat exige flexibilidade e o fim do que classifica como ausências questionáveis por doença ou greve.

Alguns trabalhadores falam de recuo dos direitos:

“Dizemos ‘não’ a este acordo porque vai contra os direitos fundamentais dos trabalhores, o direito à greve e o direito ao subsídio de doença. Isso não tem nada a ver com investimentos e com a produção do Panda”, disse um trabalhador.

Em causa está um investimento de 700 milhões de euros.

Cinco dos quatro sindicatos apoiam a proposta da administração:

“Votamos ‘sim’, pelo menos eu voto, porque acreditamos que temos o direito de trabalhar. Não podemos continuar assim. Temos hoje uma oportunidade e não podemos desperdiça-la”, afirmou um trabalhador.

O ponto mais polémico do acordo é a possibilidade de despedimento num caso de ausência vista como injustificada. Uma possibilidade que pode colidir com o direito à greve.