Última hora

Última hora

Os "bleus" chegam hoje a Paris

Em leitura:

Os "bleus" chegam hoje a Paris

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do desaire, as explicações. É o que espera a opinião pública francesa e o que quer governo de Paris.

A selecção francesa de futebol, que descolou durante a noite da África do Sul, não vai certamente ter uma recepção calorosa à chegada a Paris.

Depois de uma reunião de crise do governo, Nicolas Sarkozy vai receber, no Eliseu, Thierry Henry, esta quinta-feira. O encontro realiza-se a pedido do antigo avançado vedeta da selecção galesa e ex-capitão dos “Bleus”, que só jogou 53 minutos neste Mundial.

A ministra da Saúde e do Desporto não poupou críticas, desta vez no parlamento:
“Não posso deixar de constatar, como todos vós, o desastre da selecção francesa, onde caciques imaturos mandam em miúdos amedrontados, num seleccionador desamparado e numa Federação Francesa de Futebol desesperada. É por isso que o governo decidiu tomar medidas.”

Entre as medidas está o corte dos prémios e todas as vantagens financeiras pela participação no Mundial.

Entretanto, a Federação francesa mandou retirar das ruas os posteres gigantes dos jogadores. Decididamente, os “Bleus” cairam em desgraça.