Última hora

Última hora

EUA aprovam reforma financeira

Em leitura:

EUA aprovam reforma financeira

Tamanho do texto Aa Aa

A reforma do sistema financeiro nos Estados Unidos foi aprovada, ao fim de 18 horas de debates, entre republicanos e democratas, na Câmara dos Representantes.

A reforma foi anunciada pelo presidente Barack Obama e idealizada pelo ex-presidente da reserva Federal Paul Volker, agora conselheiro da Casa Branca.

Pretende limitar as relações entre os bancos e os fundos e produtos especulativos. Para o texto ser aprovado, foram feitas algumas concessões. Os bancos continuam a poder negociar produtos derivados.

Para o Presidente, são reformas que trazem mais responsabilidade ao mercado financeiro: “Estas reformas, discutidas no Congresso, fazem com que Wall Street tenha que prestar contas. Assim vamos poder previnir outra crise financeira, como aquela da qual estamos a recuperar. Pusemos em marcha o maior dispositivo de protecção dos consumidores de sempre”, disse Barack Obama.

A Câmara dos Representantes vai agora ter de entender-se com o Senado, que aprovou um projecto de lei diferente.

Hoje, foi também conhecida a segunda estimativa do crescimento económico dos três primeiros meses. A economia norte-americana cresceu 2,7%, três décimas abaixo dos 3% que tinham sido apontados no mês passado.

Embora o número esteja abaixo das expectativas, é o terceiro trimestre consecutivo de crescimento no PIB, depois da recente recessão.