Última hora

Última hora

Referendo de alto risco no Quirguistão

Em leitura:

Referendo de alto risco no Quirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

Os eleitores quirguizes começaram já a votar, neste que é considerado um referendo de alto risco para o governo interino.

Cerca de 2,5 milhões de eleitores, desta ex-república soviética de 5,3 milhões de habitantes, decide hoje se aceita transformar o Quirguistão no primeiro país da Ásia Central a ter uma democracia parlamentar.

Espera-se que a presidente interina, Rosa Otunbayeva, vote na Cidade de Osh, no sul do Quirguistão.

Esta foi o palco de confrontos interétnicos entre uzbeques e quirquizes, há duas semanas e que fizeram cerca de 2 mil mortos.

As medidas de segurança foram reforçadas, principalmente nesta zona de conflitos.

Para que tudo decorra sem problemas, milhares de militares votaram já na última sexta-feira.

O refendo serve para legitimar o governo não eleito de Otunbayeva, no poder desde a revolução de Abril.