Última hora

Última hora

Bruxelas lança campanha para informar passageiros

Em leitura:

Bruxelas lança campanha para informar passageiros

Tamanho do texto Aa Aa

Partir de férias conhecendo os seus direitos de passageiro. A Comissão Europeia considera que nunca se está demasiado informado e lançou, por isso, uma campanha em toda a União. Cartazes e folhetos disponíveis nas estações de comboio e aeroportos e uma página internet nas 23 línguas oficiais ec.europa.eu/passenger-rights a iniciativa vai durar dois anos e custar um milhão de euros.

Em Abril, o caos criado pelo vulcão islandês serviu de teste para os direitos dos passageiros. Siim Kallas, comissário europeu para os Transportes, afirma: “Apreendemos muito com a crise das cinzas do vulcão. Vamos continuar com a legislação. A questão é como fazer com que funcione?”

Desde 2005 para os aviões e 2009 para os comboios, em caso de atraso ou anulação, os passageiros têm o direito a ser reembolsados ou continuar a viagem por outro meio. A companhia deve fornecer comida, bebidas e, se necessário, alojamento, e indemnizar a bagagem perdida ou danificada.

Bruxelas prepara-se agora para alargar estes direitos ao transporte em autocarro e marítimo. Afinal, viajar é um direito de todos, incluindo para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.