Última hora

Última hora

EUA-Rússia: desmantelamento de rede de espiões provoca crise diplomática

Em leitura:

EUA-Rússia: desmantelamento de rede de espiões provoca crise diplomática

Tamanho do texto Aa Aa

O anúncio do desmantelamento de uma alegada rede russa de espiões a operar nos Estados Unidos pode travar o relançamento das relações entre os dois países.

Dez pessoas foram detidas esta segunda-feira. Hoje, outro indivíduo foi detido em Chipre e aguarda a extradição para os Estados Unidos.

Os suspeitos são acusados de usarem identidades falsas para recolherem informações para os serviços secretos russos. Arriscam-se a penas de prisão até 25 anos por conspiração e lavagem de dinheiro.

O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov reagiu com alguma ironia, notando que “o momento do anúncio foi escolhido com especial cuidado”.

De facto, o anúncio acontece num momento de reaproximação entre os Estados Unidos e a Rússia. Na semana passada, Dmitri Medvedev foi recebido em Washington por Barack Obama.

Um analista russo diz que “ o melhorar das relações entre as duas nações – feito a partir da iniciativa dos seus líderes – vai parar ou mesmo ficar congelado por algum tempo. Ninguém sabe por quanto tempo. Mas é um golpe para a reaproximação”.

Outros analistas russos evocam mesmo a hipótese de um golpe lançado pelos meios conservadores norte-americanos para contrariar a política externa de Obama.