Última hora

Última hora

Grécia: Quinta greve geral desde Fevereiro

Em leitura:

Grécia: Quinta greve geral desde Fevereiro

Tamanho do texto Aa Aa

As manifestações em Atenas contra as medidas de austeridade terminaram numa perseguição a militantes de extrema-direita.

Os indivíduos colocaram uma bandeira grega perto do cortejo e foram alvo da fúria da multidão. A polícia interveio com gás lacrimogéneo, enquanto os manifestantes arremessavam pedras e garrafas.

Um episódio que manchou o fim do desfile, na quinta greve geral desde Fevereiro na Grécia. Milhares de trabalhadores saíram às ruas em protesto contra a reforma do sistema de pensões.

A paralisação de 24 horas coincide com o debate do projecto-lei no Parlamento, para acabar com as reformas antecipadas, aumentar os anos de descontos de 37 para 40 e generalizar a idade da reforma nos 65 anos.

O impacto da paralisação começa por se sentir nos quiosques, com menos jornais nas bancas. Também os hospitais funcionam apenas para as urgências e os transportes públicos estão parados. Nos aeroportos, foram anulados dezenas de voos domésticos, mas as ligações internacionais estão garantidas.

A reforma no sistema de pensões é uma das promessas do governo grego para lutar contra o défice e receber o empréstimo de 110 mil milhões de euros da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional.