Última hora

Última hora

Foi adiado o voo nocturno do"Solar Impulse"

Em leitura:

Foi adiado o voo nocturno do"Solar Impulse"

Tamanho do texto Aa Aa

O “Solar Impulse” chumbou o primeiro teste para voar à noite. O avião movido apenas a energia solar teve um problema técnico e não descolou da base militar de Payerne, na Suíça, para um voo recorde de 25 horas. Ainda não foi divulgada a data da próxima tentativa, mas terá de ser até ao final de Julho.

A aeronave é uma iniciativa do suíço Bertrand Piccard que, há 11 anos, completou a volta ao globo num balão de ar quente. Hoje confessou que “é preciso muita tolerância contra a frustração e o desânimo” que sentiu quando tomou a decisão de adiar a descolagem.

O “Solar Impulse” tem uma envergadura de asas de 63 metros e pesa uma tonelada e meia. Utiliza como única fonte de energia 12 mil células fotovoltaicas, em cima das asas, que alimentam quatro motores eléctricos e baterias de lítio de 400 quilos.

O avião voou pela primeira vez em Abril. O objectivo é efectuar a volta ao mundo dentro de três anos.