Última hora

Última hora

Polícia cipriota perde rasto de um dos alegados espiões russos

Em leitura:

Polícia cipriota perde rasto de um dos alegados espiões russos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia cipriota perdeu o rasto do alegado espião russo procurado pelos Estados Unidos.

Christopher Metsos de 54 anos, que se apresentava como cidadão canadiano, desapareceu depois de ter sido libertado sob caução.

O suspeito estava sujeito a termo de identidade e residência.

Metsos poderá ter fugido para a parte norte da ilha, a República Turca do Norte de Chipre que só é reconhecida pela Turquia e não tem acordos de extradição com outros países.

O suspeito tinha sido detido na terça-feira no aeroporto de Larnaka quando se preparava para embarcar num voo em direcção à Hungria.

A alegada rede de espiões russos integra também Anna Chapman de 28 anos que dirigia uma agência imobiliária em Nova Iorque.

Segundo o FBI, Chapman passava informações uma vez por semana a um agente de Moscovo, perto do luxuoso apartamento onde vivia em Manhattan.

O objectivo dos suspeitos era integrar-se na sociedade americana, para recolher informações, recrutar fontes e infiltrar-se nos meios políticos.