Última hora

Última hora

Operações contra a maré negra são retomadas no sábado

Em leitura:

Operações contra a maré negra são retomadas no sábado

Tamanho do texto Aa Aa

No Golfo do México, as maiores esperanças depositam-se agora num super petroleiro vindo de Taiwan, com capacidade para recolher 500 mil barris de petróleo por dia.

Depois de o furacão Alex ter reduzido a sua força para tempestade tropical, a BP prepara-se para retomar as operações no mar já a partir deste sábado.

Mas o furacão provocou aquilo que se esperava: trouxe muito mais crude para a costa e para as praias, da Florida à Luisiana.

Desde terça-feira que as 43 mil pessoas e os sete mil barcos que participam nas operações de limpeza não podem fazer-se ao mar.

O governador da Luisiana, mostra-se desesperado com as autoridades federais: “A única questão que têm que se colocar é se estão nesta guerra para ganhar. É tão simples quanto isso. Acabem com o tapete vermelho e com a burocracia. Não admitam a derrota. Não aceitem como inevitável que haja petróleo na nossa costa, não desistam das sete mil milhas de litoral da Luisiana”.

Desde que a plataforma Deepwater Horizon se afundou, a 22 de Abril, derramam-se nas águas entre 30 e 60 mil barris de petróleo por dia. A mancha de crude atinge já 681 quilómetros da costa americana.

O tempo urge, as autoridades locais tentam fazer o máximo para tranquilizar os turistas, neste início de fim-de-semana do 4 de Julho, a festa nacional americana.