Última hora

Última hora

Polacos escolhem hoje entre presidente eurocéptico ou europeísta

Em leitura:

Polacos escolhem hoje entre presidente eurocéptico ou europeísta

Tamanho do texto Aa Aa

Na Polónia, trinta milhões de eleitores são hoje chamados às urnas na segunda volta das eleições presidenciais.

Um escrutínio seguido de perto pela União Europeia, já que o novo chefe de Estado será, forçosamente, um conservador eurocéptico ou um europeísta convicto.

É dificil avançar prognósticos, já que as últimas sondagens colocavam praticamente lado-a-lado Jaroslaw Kaczynski, irmão gémeo do presidente falecido em Abril, e Bronislaw Komorovski, candidato centrista da Plataforma Cívica.

Kaczynski, líder da formação de direita Lei e Justiça, conta com o apoio da população conservadora, mais religiosa e rural.

Komorowski é o preferido do eleitorado urbano, liberal e jovem. Dado como favorito até à fase final da campanha, o candidato da Plataforma Cívica pode, segundo os analistas, ser prejudicado por uma forte abstenção ligada ao Verão e às férias.

Com um chefe de Estado com direito de veto sobre as leis, a eleição ajudará a decidir o ritmo e escala das reformas económicas, razão pela qual os investidores preferem Komorowski.

O candidato centrista é também mais apelativo para Bruxelas, já que será certamente um parceiro mais cooperativo que Kaczynski.