Última hora

Última hora

Mãe de Fariñas: "Niguém nos contactou"

Em leitura:

Mãe de Fariñas: "Niguém nos contactou"

Tamanho do texto Aa Aa

Eis o que a Mãe de Guillermo Fariñas afirmou à euronews esta segunda-feira, no hospital onde ele está internado:

Alicia Hernández – “O estado dele é grave, crítico, com algumas complicações, tem infecções. Tem um coágulo e está em tratamento para evitar que se desloque, o que lhe ia provocar a morte certa. Além disso, tem dores em todas as articulações, dores de cabeça e sofre da vesícula.”.

euronews – O que é preciso para que o seu filho faça marcha atrás e termine a greve de fome?

Alicia Hernández – Bem, o que propôs….

euronews – A libertação dos 26 prisioneiros que estão doentes?

Alicia Hernández – Exactamente.

euronews – E a senhora, quando fala com o seu filho, acha que ele está pronto para ir até ao fim?

A.H. – Não quando falo com ele…mas é o que declarou.

euronews: Alguém contactou o seu filho para tentar que ele recue e páre com a greve de fome?

A.H. – Ninguém.

e: Nem em Cuba nem do estrangeiro?

A.H. – Estes últimos dias?

euronews – Sim.

A.H. Não, os médicos de serviço é que se ocupam dele.

euronews – Diga-me, nós lemos na imprensa que o seu filho enviou uma carta ao dissidente Guillermo del Sol Pérez para ele o substituir no caso de lhe acontecer alguma coisa. É verdade?

A.H. – – Não acho. não lhe posso responder a isso porque não estou ao corrente ma minha função aqui é enquanto Mãe, dou-lhe ajuda espiritual, cuido do meu filho.

parte 1 | parte 2 | parte 3