Última hora

Última hora

Activista neo-zelandês condenado a dois anos de prisão com pena suspensa

Em leitura:

Activista neo-zelandês condenado a dois anos de prisão com pena suspensa

Tamanho do texto Aa Aa

Um activista neo-zelandês foi condenado a dois anos de prisão com pena suspensa por ter invadido um navio baleeiro japonês.

A 15 de Fevereiro, Peter Bethune entrou no navio em protesto contra a destruição de um barco dos ecologistas que tentavam travar a caça à baleia.

Peter Bethune foi acusado de agressão contra um membro da tripulação, entrave às actividades comerciais, violação de propriedade privada, destruição de bens e porte de arma.

No exterior do tribunal de Tóquio, alguns manifestantes de extrema-direita reclamavam uma pena severa contra o activista, que será repatriado para a Nova Zelândia.

A caça da baleia para fins comerciais está proibida desde 1986, mas os japoneses alegam fins científicos.