Última hora

Em leitura:

Isabel II quer Nações ainda mais Unidas


mundo

Isabel II quer Nações ainda mais Unidas

É a primeira vez em 50 anos que a rainha Isabel II de Inglaterra discursa na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.

A monarca britânica e líder da Commonwealth sublinhou que o terrorismo e as alterações climáticas são os desafios de hoje. Lembrando a dimensão da Commonwealth – 54 países e dois mil milhões de pessoas – disse que a comunidade britânica tem “oportunidade de liderar”.

A rainha recordou que a ONU tem actualmente 26 missões de paz, que mobilizam 120 mil pessoas. Por isso, considerou que “as Nações Unidas passaram de uma aspiração ideológica a uma força real para o bem comum”. E acrescentou: “Um sinal de sucesso, mas não estamos aqui para relembrar velhas histórias. No mundo de amanhã, temos de trabalhar juntos para sermos, realmente, as Nações Unidas.”

Durante a visita a Nova Iorque, Isabel II inaugurou o Jardim Britânico, em Hannover Square, dedicado aos 67 cidadãos britânicos mortos no 11 de Setembro. O jardim fica perto do Ground Zero, onde está a ser erguido um memorial às vítimas dos ataques terroristas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Activista neo-zelandês condenado a dois anos de prisão com pena suspensa