Última hora

Última hora

Nem judeus nem palestinianos querem negociações

Em leitura:

Nem judeus nem palestinianos querem negociações

Tamanho do texto Aa Aa

As palavras que sairam esta terça-feira da Casa Branca em nada mudaram as posições de israelitas e palestinianos.

Os colonos judeus pedem a Netanyahu que acabe com o congelamento dos colonatos e, sobretudo, que não dê ouvidos ao presidente norte-americano.

À porta do consulado americano, em Jerusalém, as reacções não se fizeram esperar:

“Netanyahu tu não tens mandato para capitulares sob a pressão de Obama. Presidente Obama se puseres demasiada pressão sobre Netanyahu, ele pode quebrar mas não conseguirá nada. Ele não pode continuar a congelar os colonatos. Se o fizer vai perder o governo”, adverte um deputado israelita.

Do lado palestiniano é o apelo contrário. Na Faixa de Gaza, o porta-voz do Hamas pede à Autoridade Palestiniana que rejeite as negociações com Israel:

“Apelamos ao movimento Fatah para que não aceite os ditames e consideramos qualquer resposta a este apelo um crime nacional que servirá para cobrir a ocupação e continuar a colonização e o roubo da terra palestiniana”, declarou o porta-voz do Hamas.

Alguns líderes palestinianos consideram que não houve avanços nas negociações indirectas que justifiquem o retomar das negociações directas, suspensas desde 2008.