Última hora

Última hora

Paul, o polvo, prevê derrota da selecção alemã

Em leitura:

Paul, o polvo, prevê derrota da selecção alemã

Tamanho do texto Aa Aa

Os dons de adivinho de Paul, o polvo, deixaram de ser consensuais na Alemanha.

Pela primeira vez, o octópode do jardim zoológico de Oberhausen, previu a derrota da selecção nacional contra a Espanha, na meia-final do campeonato do mundo de futebol.

O polvo parece assim render-se aos espanhóis, grandes apreciadores do molusco, não pelos seus prognósticos desportivos mas pelas suas qualidades gastronómicas. Para os apoiantes da “roja”, não é preciso consultar uma “tapa” para saber que a vitória é um dado adquirido.

“Nós não vamos ser comidos pelo polvo, porque a Espanha vai vencer contra a Alemanha”.

“Não é preciso ser mexilhão para saber que a Espanha vai vencer o jogo, basta ser apoiante do Real Madrid e saber um pouco de futebol”.

Na Alemanha, onde o peixe nunca puxou carroça, é tempo de mudar de dieta e de renovar a confiança na selecção nacional.

“É verdade que até hoje o polvo tem sempre acertado nas suas previsões, mas toda a gente tem direito a errar pelo menos uma vez, e é o que espero que vai acontecer”.

“Para mim a Alemanha vai vencer. Eu cruzo os dedos e estou ansiosa para ver o resultado do jogo de amanhã”.

Paul, o polvo, joga hoje a sua reputação de analista desportivo. Os espanhóis, esses, não têm dúvida sobre as suas virtudes, cozido, com um pouco de azeite e pimentão.