Última hora

Última hora

Pianista russo acusado de pedofilia

Em leitura:

Pianista russo acusado de pedofilia

Tamanho do texto Aa Aa

 
As autoridades tailandesas acusaram Mikhail Pletnev de violar um adolescente menor de 15 anos e de fazer apologia à pornografia infantil.
 
O conhecido pianista e maestro russo acabou por ser libertado, depois do pagamento de uma fiança de mais de sete mil euros.
 
Durante as buscas ao centro turístico de Pattaya, onde o músico está alojado, as autoridades dizem que foi encontrado um disco rígido no computador com centenas de fotos e filmes de crianças despidas, inclusive estrangeiras.
 
O aclamado pianista, de 53 anos, e fundador da Orquestra Nacional Russa arrisca-se a uma pena de quatro a 20 anos de prisão e “poderá responder ainda por detenção ilegal de menor”.
 
O maestro deve apresentar-se a tribunal já no próximo dia 19 de Julho, e terá agora de pedir autorização para abandonar a Tailândia.
 
Ao que tudo indica, Pletnev terá sido denunciado por um habitante de Pattaya, cidade costeira que atrai muitos turistas dada a reputação de paraíso sexual.
 
O maestro é conselheiro do presidente Dmitri Medvedev em matéria de arte e cultura.