Última hora

Última hora

Soldado israelita vai ser julgado pela morte de duas palestinianas

Em leitura:

Soldado israelita vai ser julgado pela morte de duas palestinianas

Tamanho do texto Aa Aa

Vai ser julgado um soldado israelita acusado de ter matado duas palestinianas que agitavam bandeiras brancas durante a guerra de Gaza.

Trata-se do primeiro processo judicial de um militar hebreu pela morte de civis durante a ofensiva que durou 22 dias.

A decisão foi motivada pelo fato de o militar, um “franco-atirador, ter disparado deliberadamente sem ter recebido ordens nem ter sido autorizado contra um grupo de pessoas que exibiam bandeiras brancas”, diz uma porta voz do exército.
.
O caso consta da informação do juiz Richard Goldstone, enviada pela ONU para investigar os crimes de guerra cometidos durante a ofensiva.

Activista dos direitos humanos de uma organização o israelita, Jessica Montel denuncia que “um ano e meio depois, as investigações continuam que é extramente perturbador que um único soldado pague sozinho o preço da destruição em Gaza”

Mais de 150 incidentes foram recenseados abertas 50 investigações desde o fim da operação.