Última hora

Última hora

Tensão racial em S. Francisco

Em leitura:

Tensão racial em S. Francisco

Tamanho do texto Aa Aa

Um polícia branco matou um jovem negro. A justiça tratou o agressor com benevolência e o assunto terminou, na noite de quinta-feira, com confrontos entre a polícia e centenas de pessoas que protestavam contra a brandura dos tribunais.

Uma estória que se repete constantemente, nos Estados Unidos.

O tribunal acredita que o polícia Johammes Mehserle, de 28 anos, não teve intenção de matar Oscar Grant, de 22. Queria apenas imobilizar a vítima, durante uma desavença, numa estação de metro de S. Francisco.

Acidentalmente, segundo o polícia, a arma disparou.

A mãe da vítima ficou inconsolável:

“O meu filho foi morto, Ele foi morto, ele foi morto.. O meu filho foi morto mas a lei é incapaz de prender o agente culpado”.

E um tio de Grant interroga o próprio sistema:

“Quanto vale a vida de um homem negro na América? O sistema que responda a isto. Está feito para proteger os mais fortes, mas é incapaz de proteger a vida de um homem pobre e negro da América”.

Logo que foi conhecido o veredicto do tribunal, centenas de pessoas reuniram-se num bairro popular dos arredores de S. Francisco.

Ao princípio da noite, começaram os confrontos com a polícia, e o saque de algumas lojas.