Última hora

Última hora

Boris Tadic vaiado em Srebrenica

Em leitura:

Boris Tadic vaiado em Srebrenica

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Sérvia, Boris Tadic, teve uma recepção incómoda nas cerimónias de Srebrenica.

Foi vaiado por muitos. Outros, como uma representante das mães que perderam os filhos no massacre, dirigiram-se-lhe em tom conciliador.
Kada Hotic disse-lhe: “Quero acreditar que vem aqui com boas intenções. Nós precisamos que venha aqui por uma boa causa, porque precisamos da paz para as futuras gerações”.

Tadic, por seu lado, tentou dar garantias:
“Com a prisão do general Mladic saberei que o meu trabalho acabou. Precisamos disso para o futuro, para construir a confiança, para as próximas gerações”.

Antes de deixar Belgrado, o presidente sérvio tinha afirmado que ia a Srebrenica na esperança de criar a ponte para a amizade e compreensão entre os países da região.

Mas muitos nos balcãs têm dificuldade em acreditar na boa vontade da Sérvia e fizeram questão de o mostrar.

Veja aqui a nossa edição especial