Última hora

Última hora

Rússia detém suspeito de atentado no metro de Moscovo

Em leitura:

Rússia detém suspeito de atentado no metro de Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

Os serviços de segurança russos detiveram um suspeito pelo duplo atentado à bomba no metro de Moscovo, em Março.

As autoridades anunciaram ainda a detenção de um outro homem e seis mulheres, que preparavam novos ataques no centro da Rússia.

Quatro das seis mulheres, com idades entre 15 e 29 anos, são viúvas de rebeldes que foram mortos pelas forças de segurança.

O Comité Nacional Antiterrorista russo diz que o grupo de oito pessoas foi surpreendido numa casa em Makhachkala, capital da República do Daguestão, de maioria muçulmana.

De acordo com as autoridades, as duas mulheres suicidas envolvidas no ataque de Moscovo, a 29 de Março, eram do Daguestão, que ocupou o lugar da Chechénia como centro da actividade rebelde.

A Rússia enfrenta problemas para conter o ressurgimento dos ataques dos rebeldes em províncias de maioria muçulmana do sudoeste do país, que em Março levaram a revolta ao coração da capital com atentados suicidas no metro. 40 pessoas morreram. Pelo menos cem ficaram feridas.