Última hora

Em leitura:

Cinco soldados dos EUA mortos em ataques no sul do Afeganistão


Afeganistão

Cinco soldados dos EUA mortos em ataques no sul do Afeganistão

Segundo dia mortífero para as tropas internacionais mobilizadas no sul do Afeganistão.

Cinco soldados norte-americanos perderam a vida esta quarta-feira em dois ataques distintos em pleno bastião dos talibãs.

Na terça-feira, ao fim do dia, uma acção dos insurgentes contra uma esquadra de polícia na província de Kandahar resultou na morte de três outros militares norte-americanos e cinco civis afegãos.

No mesmo dia, na província vizinha de Helmand, um soldado afegão renegado matou três militares britânicos.

O brigadeiro Richard Felton diz que “esta aberração não vai alterar o objectivo de acabar com a insurgência e isso será feito com os parceiros afegãos”.

Também na terça-feira, outro soldado britânico perdeu a vida num ataque rebelde, no sul do Afeganistão.

Numa posição delicada, face ao aumento das baixas no contingente do Reino Unido, o primeiro-ministro David Cameron afirma que “não há nada que se possa dizer aos pais que perderam um filho que ajude a aliviar o sentimento de perda. Mas é importante informá-los” das circunstâncias.

Com os dois principais contingentes da força da NATO no Afeganistão, Reino Unido e Estados Unidos contabilizam a maior parte das 367 baixas registadas este ano entre militares estrangeiros.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Festas de Pamplona chegam ao fim