Última hora

Última hora

Físico iraniano terá recebido mais de cinco milhões de euros da CIA

Em leitura:

Físico iraniano terá recebido mais de cinco milhões de euros da CIA

Tamanho do texto Aa Aa

O físico nuclear iraniano que garantiu ter sido raptado pela CIA terá recebido mais de cinco milhões de euros para fornecer pormenores sobre o programa nuclear do Irão.

A notícia é avançada pelo jornal “Washington Post”, numa altura em que o cientista já chegou a Teerão.

Shahram Amiri trabalhava para a agência iraniana de energia, mas desapareceu misteriosamente há um ano, na Arábia Saudita. Um responsável americano confirmou que ele forneceu dados importantes a Washington, mas o cientista justifica-se.

“Durante os dois primeiros meses fui submetido a uma violenta tortura física e psicológica, por parte dos investigadores da CIA. Fico admirado que uma pessoa como a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, que diz ser uma advogada dos direitos humanos, diga que eu era livre e fui para os Estados Unidos por vontade própria. Tenho provas que mostram que nunca fui livre e que não podia fazer uma chamada telefónica ou falar com alguém, e que estava a ser controlado por guardas armados da CIA”, diz Shahram Amiri.

Amiri continua a dizer que foi raptado. Agora, que deixou Washington, arrisca-se a perder o dinheiro alegadamente pago pela CIA, devido às sanções financeiras impostas ao Irão.

A Casa Branca afirma que o físico foi para os Estados Unidos de livre vontade.

As autoridades norte-americanas pensam que Amiri resolveu abandonar o país à pressa, com receio que o regime de Teerão pudesse prejudicar a família.