Última hora

Última hora

Senado da Argentina aprova casamento homossexual

Em leitura:

Senado da Argentina aprova casamento homossexual

Tamanho do texto Aa Aa

A Argentina é o primeiro país da América do Sul a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Depois de cerca de 15 horas de discussão acesa, o Senado aprovou, com 33 votos a favor, a polémica lei que também prevê a adopção de crianças por casais homossexuais

O diploma quer substituir a palavra “casamento” pelo conceito de “união familiar igualitária”, o que gerou uma guerra aberta com a Igreja.

A nova lei agora aprovada deve intensificar ainda mais o braço-de-ferro entre o governo e a população maioritariamente católica. Antes do debate, várias pessoas manifestaram-se em frente ao Congresso ao mesmo tempo que compararam Argentina a Sodoma.

A forte ofensiva da Igreja contra o casamento gay abrange a mobilização de estudantes de escolas particulares católicas, bem como sanções a clérigos que não compartilharem da postura da hierarquia.

A Presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sustentou publicamente que não vai vetar esta lei, mesmo estando a cerca de um ano das eleições presidenciais.