Última hora

Última hora

Rebeldes sunitas reivindicam atentado contra mesquita no Irão

Em leitura:

Rebeldes sunitas reivindicam atentado contra mesquita no Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo rebelde sunita reivindicou o atentado desta manhã contra uma mesquita no Sudeste do Irão.

Dois bombistas suicidas fizeram deflagrar as cargas explosivas nas imediações da grande mesquita de Zahedan, durante a oração de sexta-feira, provocando a morte de pelo menos 28 pessoas e ferindo mais de duas centenas.

Num comunicado, o grupo responsável pelo ataque -Jundollah, ou o “exército de Deus” – justificou a acção como uma vingança pela execução do líder do movimento em Junho.

Abdolmalek Rigi tinha sido detido em Fevereiro e condenado à morte pela autoria de dois ataques similares aos de hoje, registados no ano passado.

O atentado ocorre em Zahedan, na turbulenta província do Baluchistan-Sistan, onde os sunitas minoritários afirmam ser alvo de uma vaga de repressão por parte do regime xiita.

Teerão tinha acusado, no passado, o grupo “exército de Deus” de ter ligações à rede terrorista Al-Qaida e de ser apoiado por Paquistão, Reino Unido e Estados Unidos.