Última hora

Última hora

"Soldados de Deus" reivindicam ataque no Irão

Em leitura:

"Soldados de Deus" reivindicam ataque no Irão

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo rebelde sunita Jundollah reivindicou o ataque desta noite junto a uma mesquita xiita em Zahedan no sudeste do Irão.

Pelo menos 21 pessoas morreram, incluindo vários guardas da revolução, e mais de 100 ficaram feridas.

De acordo com os Jundollah, numa carta dirigida a televisão al-arabya os dois ataques suicidas foram levados a cabo para vingar a execução do líder, Abdolmalek Rigi, em Junho por Teerão.

Os Jundollah, que significa Soldados de Deus em árabe, têm realizado uma campanha de luta armada nos últimos anos. Dizem defender os direitos da minoria sunita no Irão.

O último ataque aconteceu em 2009 e vitimou 49 pessoas.

Alguns guardas da revolução iranianos avançaram com a possibilidade de haver a implicação de países ocidentais.