Última hora

Última hora

BP prolonga testes para estancar fuga de petróleo no Golfo do México

Em leitura:

BP prolonga testes para estancar fuga de petróleo no Golfo do México

Tamanho do texto Aa Aa

A BP não descarta o risco de uma nova fuga no poço submarino no Golfo do México.

A petrolífera britânica tinha conseguido estancar o derramamento de petróleo, na sexta-feira, mas os testes com a cápsula de betão vão prolongar-se para lá das 48 horas previstas inicialmente.

A empresa teme que a pressão acumulada dentro do poço possa abrir novas fissuras no fundo marinho.

Na Louisianna, o estado mais afectado pela maré negra, os habitantes não escondem a inquietação.

“Vai ser preciso esperar muito tempo até conseguirmos reparar todos os danos provocados por esta fuga de petróleo, nas águas e na imagem desta região, para podermos assegurar que tudo voltou ao normal”.

Durante três meses, mais de 60 mil barris de petróleo diários foram derramados nas águas do Golfo contaminando os fundos marinhos e a costa de vários estados do sul do país.

Para este biólogo, “a mãe natureza é dura e combativa e vai tentar regenerar-se. O Golfo sofreu várias mazelas no passado, e mesmo que tenhamos que esperar vários anos ou mesmo uma década, penso poderá recuperar-se”.

Os grupos ecologistas falam de danos irreparáveis para várias espécies aquáticas, como o atum de barbatana azul ou os emblemáticos pelicanos castanhos.