Última hora

Última hora

Ashton quer a libertação do soldado Shalit

Em leitura:

Ashton quer a libertação do soldado Shalit

Tamanho do texto Aa Aa

A libertação de Gilad Shalit é uma das exigências da diplomacia europeia para o relançamento das negociações de paz israelo-palestinianas.

Catherine Ashton exortou Israel a levantar o bloqueio que impôs à faixa há três anos e favorecer com isso o desenvolvimento económico dos palestinianos, mas avisa também que o Hamas tem de libertar o soldado Shalit para que possam avançar as negociações.

Esta é a segunda viagem à Faixa de Gaza desde que assumiu a chefia da diplomacia europeia.
Ashton reuniu-se com o titular da Defesa israelita e o ministro dos Negócios Estrangeiros e deve esta noite avistar-se com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.
Os pais de Gilad Shalit concluíram na quinta-feira passada uma marcha de solidariedade de 12 dias através de Israel para pressionar o governo a agir.

Sobre a visita de Ashton Noa Shalit lembra que espera uma resolução do parlamento europeu desde Março.

Gilad Shalit, de 23 anos foi capturado no dia 25 de Junho de 2006 por um comando palestiniano do Hamas, nas proximidades da Faixa de Gaza.
O Hamas exige a libertação de um milhar de prisioneiros palestinianos em troca de Shalit.