Última hora

Última hora

Cabul recebe primeira conferência de doadores

Em leitura:

Cabul recebe primeira conferência de doadores

Tamanho do texto Aa Aa

Máxima segurança em Cabul para a primeira conferência internacional de doadores que decorre no Afeganistão.

Representantes de mais de 60 países, da NATO e das Nações Unidas reúnem-se a partir de amanhã na capital afegã para pedir ao regime de Hamid Karzai um relatório da situação e progressos no terreno.

O enviado das Nações Unidas explica que “a comunidade internacional tem exercido bastante pressão para que [o governo afegão] assuma uma maior responsabilidade e preste contas. A corrupção tem de ser controlada, caso contrário não será enviado dinheiro” para Cabul.

Face a um dos anos mais violentos desde o início do conflito em 2001, muitos mostram reticências à iniciativa de reconciliação nacional de Karzai e à capacidade do regime para assumir o controlo do país.

Um residente de Cabul diz que “os países doadores deveriam pedir uma responsabilização pelos fundos entregues ao governo afegão. As ajudas vão para bancos no estrangeiro, como o Dubai. Enquanto forem esbanjadas, os doadores devem continuar a pedir contas e uma clarificação”.

Nos últimos nove anos, só os Estados Unidos investiram 60 mil milhões de dólares para reconstruir e tentar modernizar o Afeganistão.

O facto da corrente eléctrica só chegar a uma pequena fracção dos 29 milhões de afegãos é um bom exemplo de que os frutos têm sido escassos.