Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

O pianista russo Mikhaïl Pletnev acusado de violar um menor declarou estar inocente perante a justiça tailandesa.

À saída do tribunal, o director artístico da Orquestra Nacional da Rússia garantiu que, contrariamente, ao que tem vindo a ser avançado pelos meios de comunicação social, a acusação não tem provas.

Pletnev prometeu, ainda colaborar com as autoridades e respeitar as regras da justiça tailandesa.

As autoridades apresentam outra versão e garantem ter confiscado um disco rígido externo com filmes e fotografias pornográficas.

O pianista de 53 anos foi detido no início de Julho na estância balnear de Pattaya, alegadamente, por violado um rapaz de 14 anos. Foi libertado sob caução e autorizado a deixar o país, mas está obrigado a apresentar-se periodicamente perante os juízes.

O pianista incorre numa pena que pode chegar aos 20 anos de prisão.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre