Última hora

Última hora

Projecto "céu único" europeu: O que é?

Em leitura:

Projecto "céu único" europeu: O que é?

Tamanho do texto Aa Aa

Harmonizar para optimizar o espaço aéreo europeu. Eis o objectivo do “céu único” europeu, cujo projecto remonta a 1999.

Com 30 mil aviões diários, o céu da Europa é hoje uma via difícil de percorrer e a confusão criada pelo vulcão islandês pôs a nu a dura realidade. No total, existem 27 espaços aéreos, vigiados por 50 centros de controlo. O objectivo é reduzir esta manta de retalhos até 2012. A Europa será dividida em nove blocos.

Por exemplo, Portugal e Espanha vão formar um bloco e o FABEC – bloco funcional do espaço aéreo da Europa Central – vai juntar França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Alemanha e Suíça, que representam mais de 50% da actividade aérea europeia.
A Europa estima que o tráfego aéreo vai duplicar nos próximos 15 anos e o projecto de “céu único” vai permitir melhorar a gestão, reduzir as distâncias, as durações de voo e gastar menos dez por cento de combustível. No total, será uma poupança anual de dois a três mil milhões de euros, aos quais se juntam os benefícios ambientais.