Última hora

Última hora

A época dos furacões pode agravar cheias na China

Em leitura:

A época dos furacões pode agravar cheias na China

Tamanho do texto Aa Aa

O sul da China já muito castigado por chuvas torrenciais espera a segunda tempestade em menos de uma semana.
Desta vez é o furacão Chanthu que ameaça esta zona do país, o que muito inquieta as autoridades de Pequim submersas por graves inundações e um número crescente de mortos e deslocados.

As cheias causaram já mais de 700 vítimas mortais este ano, assim como 347 desaparecidos, situação que parece agravar-se com a chegada da época dos furacões.

Nesta altura as inundações afectam já seis provincias, cerca de duas centenas de pessoas perderam a vida, só nas últimas semanas.

As autoridades chinesas receiam a repetição da catástrofe de 1998, quando as águas do rio Yangtsé, o maior do país, registaram subidas históricas provocando a morte de 4.150 pessoas 18 milhões de deslocados.

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, declarou à imprensa que a situação é grave e instruiu as forças da ordem para que tomem medidas de segurança preventivas.