Última hora

Última hora

Avaria técnica na origem de maré negra no Nordeste da China

Em leitura:

Avaria técnica na origem de maré negra no Nordeste da China

Tamanho do texto Aa Aa

Um imenso manto negro continua a cobrir a costa do Nordeste da China, junto a um dos maiores portos petrolíferos do país.

A explosão de dois oleodutos, na semana passada, verteu no mar mais de 1500 toneladas de crude, ao longo de uma área de mais de 50 quilómetros quadrados, junto à cidade de Dalian.

As operações de limpeza prosseguem com a participação do exército e dos pescadores locais.

Pequim abriu um inquérito às causas do incidente. Várias avarias técnicas estarão na origem da explosão e do incêndio de 48 horas num depósito da companhia petrolífera nacional.

Um turista na região confessa-se decepcionado. Estou de visita a esta zona e já vi que vai ser impossível entrar na água.

As organizações ecologistas já sublinharam os danos irreparáveis provocados pela maré negra, no ambiente e na actividade económica dos pescadores locais.

As autoridades estão a utilizar agentes químicos para dispersar o crude e afirmam ter retomado a actividade no porto petrolífero, encerrado desde dia 19 de Julho.