Última hora

Última hora

UE quer facilitar diálogo entre Pristina e Belgrado

Em leitura:

UE quer facilitar diálogo entre Pristina e Belgrado

Tamanho do texto Aa Aa

Bruxelas saudou a decisão do Tribunal Internacional de Justiça. A chefe da política exterior da União Europeia, Catherine Ashton, considerou que agora é preciso avançar para uma nova etapa: a adesão, tanto do Kosovo como da Sérvia.

“A União está preparada para facilitar o diálogo entre Pristina e Belgrado, um diálogo para promover a cooperação e o progresso no caminho para a Europa e para o melhorar das condições da vida das pessoas”, disse Catherine Ashton.

A Sérvia voltou a frisar que jamais reconhecerá a independência. Mas na cena internacional, nações de peso como os Estados Unidos têm uma posição contrária e, com este parecer jurídico, mais países podem juntar-se aos 69 Estados membros da ONU que já se pronunciaram a favor.

Para que o Kosovo se torne membro das Nações Unidas o processo apresenta-se complicado. A Rússia, membro permanente do Conselho de Segurança com direito de veto e tradicional aliada da Sérvia, não reconhece o Kosovo como Estado.

Significa que chumbará a apresentação de uma proposta de admissão na Assembleia Geral, onde seriam precisos dois terços dos votos para ser validada.