Última hora

Última hora

Washington aumenta pressão sobre Coreia do Norte

Em leitura:

Washington aumenta pressão sobre Coreia do Norte

Tamanho do texto Aa Aa

A diplomacia norte-americana prossegue o braço de ferro com a China para aumentar a influência junto dos países asiáticos.

A Secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, deslocou-se à cimeira da ASEAN na capital vietnamita, com uma agenda repleta, dominada pelas novas sanções de Washington contra o programa nuclear norte-coreano.

Para o responsável da diplomacia da Malásia, Anifah Aman, “é importante chegar antes de mais a uma solução pacífica, pela via do diálogo. O recurso à força não é a melhor opção, mas sim, o regresso às negociações a seis interrompidas há vários meses”.

Frente aos 27 membros da Associação das nações do sudeste da Àsia, Clinton defendeu novas sanções comerciais contra Pyongyang, depois do regime ter sido acusado do afundamento de um navio de guerra sul-coreano, em Março.

Washington inicia, no domingo, manobras militares conjuntas com a Coreia do Sul, condenadas hoje pelo regime comunista que ameaça poder retaliar.

Barack Obama vai convidar os países asiáticos para uma conferência em solo americano, nos próximos meses, para aumentar a pressão sobre os programas nucleares norte-coreano e iraniano.