Última hora

Última hora

Afeganistão: Quase 2000 baixas militares em 9 anos de guerra

Em leitura:

Afeganistão: Quase 2000 baixas militares em 9 anos de guerra

Tamanho do texto Aa Aa

Dois atentados bombistas provocaram a morte de cinco soldados norte-americanos no Afeganistão.

A deflagração de um engenho explosivo, à passagem de um veículo militar, provocou a morte de quatro militares, num local indeterminado, no Sul do país. O comando das forças internacionais no Afeganistão confirmou também a morte de um quinto soldado, vitimado por uma mina artesanal, também no Sul do país.

Os ataques ocorrem dias depois do governo afegão ter anunciado que pretende retirar a maioria das tropas estrangeiras no território até 2014.

Desde o início da operação internacional, em 2001, que quase 2 mil soldados internacionais morreram no Afeganistão. O mês de Junho foi o mais mortífero de sempre com 102 baixas militares.

Face ao aumento da violência, o presidente Hamid Karzai apresentou há dias um plano para promover a reconciliação nacional, reforçar o papel das forças afegãs e combater a corrupção.

Um candidato às legislativas de Setembro foi morto, ontem, num atentado contra uma mesquita que provocou 20 feridos em Kosh. Os talibã rejeitaram qualquer responsabilidade na acção, apontando culpas aos rivais do político.