Última hora

Última hora

10o aniversário da queda do Concorde sem sentença dos tribunais

Em leitura:

10o aniversário da queda do Concorde sem sentença dos tribunais

Tamanho do texto Aa Aa

Uma cerimónia discreta assinalou este Domingo, nos arredores de Paris, o décimo aniversário da queda do avião Concorde.

No dia 25 de Julho de 2000, o aparelho supersónico despenhava-se sobre a localidade de Gonesse, vitimando 109 passageiros e 4 ocupantes de um hotel da região.

Os familiares das vítimas, a maioria de nacionalidade alemã, participaram numa cerimónia religiosa, ao início da tarde, num momento em que aguardam ainda a sentença dos tribunais sobre a responsabilidade do acidente.

O despenhamento que, colocaria um termo à era do avião de passageiros mais rápido de sempre, ocorreu pouco após a descolagem do Concorde do aeroporto de Roissy, há 10 anos, rumo a Nova Iorque.

Um incêndio numa das asas do avião fez com que o piloto perdesse o controlo sobre o aparelho.

Segundo o relatório da comissão de inquérito, uma peça metálica na pista do aeroporto estará na origem do incêndio.

Dois mecânicos da companhia Continental Airlines e o responsável do projecto do Concorde são acusados em tribunal da responsabilidade do incidente.

A sentença vai ser pronunciada no dia 6 de Dezembro.